Onefootball
Marcos Monteiro

Torcida pressiona e Corinthians impõe termos “extra-campo” a Juninho


Respondendo a processo por agressão à ex-namorada, Juninho negocia com o Corinthians; pressão da torcida fez clube impor série de exigências.

Tão logo foi anunciado o interesse do time de Itaquera no atacante Juninho, parte da torcida corintiano manifestou-se contrária a contratação. O motivo dos protestos é pelo extra-campo: o atleta responde a um processo de agressão a sua ex-namorada. Em nota, respondendo aos protestos da torcida, o clube afirmou que fez imposições extra-campo para o jogador assinar.

“O Sport Club Corinthians Paulista informa que irá se posicionar sobre a eventual vinda de Juninho, atleta do Sport que atuava pelo Ceará, tão logo seja definida sua contratação ou não pelo Centro de Formação de Atletas (Base). No momento, o clube aguarda algumas definições do atleta sobre exigências feitas pela agremiação relativas ao seu comportamento extracampo”, afirmou o clube em sua nota.

O atacante é conhecido por seus problemas de comportamento. Ao ser apresentado no Ceará o jogador afirmou ser um dos melhores  na posição. “Na minha posição eu sou f*** e pronto”, disse o jovem. O clube cearense tentou sua devolução ao Sport – proprietário do atleta – mas não obteve sucesso. O jogador tem 19 anos e negocia um empréstimo com o Corinthians até o final de 2019.