SAD do Porto tem prejuízo de 28,4 milhões de euros

Onefootball Nathalia Araújo

O valor, contudo, é menor que o do ano passado, numa época em que a equipa se sagrou campeã nacional.


A SAD do FC Porto fechou seu ano fiscal (encerrado em 30 de junho) com um prejuízo de 28,4 milhões de euros, segundo um comunicado emitido para a Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Os resultados são, sem dúvidas, negativos. Contudo, ainda assim, representam uma melhoria em relação aos valores registrados no ano passado, quando o clube acumulou 35,3 milhões em prejuízos.

A contribuir para a melhoria está o aumento das receitas com o proveito das transações de passes de jogadores, como as vendas de Diogo Dalot ao Manchester United (22 milhões de euros) e Ricardo Pereira ao Leicester (20 milhões de euros).


Esta é a terceira época seguida do FC Porto no negativo. Para o acordo financeiro com a UEFA contam apenas 17,2 milhões de prejuízo, uma vez que 11,2 milhões do resultado acima referido não contam para o fair-play financeiro.

Desta forma os Dragões voltaram a cumprir as regras do acordo, com uma margem de quase três milhões de euros, dado que esta época só podiam apresentar um resultado negativo inferior a 20 milhões de euros.