Real Madrid exige retratação de jornal português em “Caso Ronaldo”

Onefootball Nathalia Araújo

O jornal Correio da Manhã afirmou que o clube espanhol pressionou o português para assinar acordo com ex-modelo após denúncia de estupro.


Na última quarta-feira, o Correio da Manhã relatou que os advogados de Cristiano Ronaldo alegaram que o Real Madrid pressionou o jogador a pagar a quantia de 375 mil euros a Kathryn Mayorga.

O português é acusado de estupro pela ex-modelo, caso que teria ocorrido em 2009. O acordo feito com Mayorga teria sido finalizado em janeiro de 2010 contra a vontade de jogador, que garante ser inocente.

Nesta quinta-feira, o Real Madrid emitiu um comunicado oficial afirmando que tomou “ações legais” contra o jornal português.

“A publicação contém informações completamente falsas que tentam danificar a imagem do clube severamente. O Real Madrid não tinha conhecimento algum sobre o caso relacionado ao jogador Cristiano Ronaldo e, dessa forma, não poderia exercer qualquer tipo de ação sobre algo que o clube desconhecia”, afirma a nota.

Os merengues também exigiram uma retificação total por parte do Correio da Manhã.