Onefootball
Marcos Monteiro

Quem deve ganhar a Bola de Ouro?


Confira porquê os sete finalistas deveriam, ou não, ficar com o prêmio este ano.

Nos últimos dez anos, o prêmio Bola de Ouro teve apenas dois vencedores: Messi ou Cristiano Ronaldo, com cinco prêmios cada.

Agora, porém, com os dois na casa dos 30 anos, as coisas começam a mudar.

Como será o cenário daqui para frente? Quem irá dominar as premiações?

O prêmio será dado na tarde desta segunda-feira (3), em Paris. Antes disso, vamos dar uma olhada em quem pode levar, e os prós e contras de cada um.


Antonie Griezmann

Motivos para ganhar:

Com quatro gols e duas assistências na Copa do Mundo, o atacante foi um dos principais jogadores da França no campeonato. Nenhum outro jogador esteve envolvido em mais gols do que o camisa 7.

Além da Copa, ele levou o Atlético de Madrid ao título da Europa League na última temporada.

Motivos para não levar:

Griezmann marcou 28 gols em 2018. Cinco jogadores na Europa foram mais decisivos que o francês, mesmo com menos jogos. Ele tem a pior média de gols/minutos dentre os 20 artilheiros do continente no ano.


Kylian Mbappé

Motivos para ganhar:

O garoto roubou o holofote durante a Copa do Mundo. Enquanto todos esperavam um campeonato decisivo de Neymar, Mbappé assumiu o papel de principal jogador da Copa.

Motivos para não levar:

Apesar do brilho na Copa, a situação no PSG é oposta. Mesmo perdendo alguns meses por conta de lesão, Neymar marcou mais gols e deu mais assistências que o atacante francês em 2018.


Lionel Messi

Motivos para ganhar:

É verdade que o Barcelona não é mais o mesmo, mas Messi segue em alto nível. Nenhum outro jogador marcou mais gols do que o argentino em 2018: foram 44. O camisa 10 ainda levou o Barça às conquistas da Copa do Rei, Campeonato Espanhol e a Supercopa da Espanha.

Motivos para não levar:

Bem, você deve ter assistido a Copa do Mundo.


Luka Modric

Motivos para ganhar:

É o grande favorito. Nesta temporada, Modric já levou os prêmios de Melhor Jogador da Copa do Mundo, Melhor Jogador da Final da Champions League, além do prêmio FIFA The Best.

É um jogador excepcional, com grandes capacidades ofensivas e também defensivas. Além do vice-campeonato da Copa do Mundo, o meia conquistou a Liga dos Campeões.

Motivos para não levar:

Apesar de todos os prêmios, Modric caiu de produção junto com o Real Madrid e já não tem mais o mesmo brilho do primeiro semestre.


Cristiano Ronaldo

Motivos para ganhar:

Ronaldo liderou o Real Madrid em três conquistas da Champions de forma seguida, com atuações memoráveis contra PSG e Juventus, seu atual clube. Quem não se lembra do gol de bicicleta contra os italianos, quando o estádio adversário aplaudiu o português de pé?

Motivos para não levar:

A participação de Portugal no Mundial da Rússia não foi das melhores e Cristiano Ronaldo, com excessão do primeiro jogo contra Espanha, também deixou a desejar.

Nesta Champions, CR7 ainda não mostrou o mesmo futebol dos tempos de Real.


Mohamed Salah

Motivos para ganhar:

Salah fez possivelmente a melhor temporada de um jogador na Premier League na história. Em 40 jogos pelo Liverpool, o egípcio marcou 30 gols e deu 12 assistências.

Com os ingleses, Salah chegou até a final da Liga dos Campeões e colocou o Egito em sua primeira Copa do Mundo desde 1990.

Motivos para não levar:

Apesar da temporada exemplar, Salah não conquistou nenhum título.


Raphael Varane

Motivos para ganhar:

Tanto pelo Real Madrid quanto pela França, Varane foi fundamental na defesa e no ataque. Por seu clube, o zagueiro teve atuações quase perfeitas contra PSG, Juventus, Bayern e Liverpool.

Pela seleção, contra Argentina, Uruguai e Bélgica, em uma campanha que foi premiada com o título mundial.

Motivos para não levar:

As atuações de Varane foram de fato impressionantes. Porém, jogar ao lado de Sérgio Ramos e Casemiro não é das tarefas mais difíceis. Na seleção, o camisa 5 dividiu o campo com Umtiti e N’Golo Kanté.

Além do mais, tal qual Modric, Varane teve uma queda de produção associada ao momento do clube.