Onefootball
Robert Born

Onefootball revisa temporada do Real Madrid: como chegou a este ponto?


A temporada do Real Madrid começou, na verdade, três dias depois de venceram a Champions League no ano passado diante do Liverpool. Naquela ocasião, Zidane chocou o mundo ao afirmar que estaria deixando o comando. Cristiano Ronaldo fez o mesmo seis semanas depois.

Se começou mal para o Real Madrid, ficou ainda pior depois.


Jogador da temporada: Karim Benzema

Sem CR7, a responsabilidade caiu nos ombros de Gareth Bale, Marco Asensio e Karim Benzema para carregar o clube nas costas. Apenas um destes não desapontou.

Benzema fez a temporada de sua vida. Ele voltou a ser centroavante de referência e a marcar gols importantíssimos. Foi a primeira vez que ele fez mais do que 20 gols nas últimas oito temporadas e voltou a ser referenciado como o melhor francês atuando fora do país da baguete.


Vergonha da temporada: Gareth Bale

Na verdade tivemos muitos candidatos a vergonha da temporada, mas Bale realmente se esforçou para ser ruim.

Apenas 12 meses após aquele golaço na final da Champions League – sim, uma bicicleta talvez melhor do que a de Cristiano Ronaldo e NA FINAL DO TORNEIO – o Real Madrid está salivando para livrar-se do galês.

Era a chance dele brilhar sem a sombra de Cristiano Ronaldo, mas diversas lesões o tiraram de campo e, quando este estava em campo, não foi agressivo e incisivo quanto se esperava dele.


Como foi o treinador?

Impossível dar uma nota para o treinador Zinedine Zidane. Ninguém esperava que ele estaria de volta no banco a comandar Los Blancos. Ele voltou ao Bernabéu em março.

Mas, mesmo com pouco tempo no time, já conseguimos ver que as coisas não serão como foram no passado. Zidane sabe que o elenco precisa de uma completa renovação e o francês deve participar de forma vital na escolha de novos jogadores.


O que precisa ser melhorado?

Meu Deus, por onde começar?

Primeiramente os goleiros. Zidane não quer Courtois que veio para substituir Keylor Navas, mas o costa-riquenho também não é bom o suficiente para ser a primeira opção.

Marcelo precisa ser trocado urgentemente. Ele não tem o mesmo fôlego e criatividade de antigamente.

Luka Modric foi eleito o melhor jogador, mas sinceramente, onde está Modric? E Kroos? Ele acabou de renovar o contrato, mas será que são bons o suficiente para serem o cérebro do meio de campo?

Marco Asensio e Lucas Vazquez também sumiram durante a temporada inteira.

Por que cargas d’água Mariano voltou para a equipe? O que o antigo treinador viu nele para comprá-lo e disputar posição com Vinícius Júnior – aliás, o brasileiro foi a única boa surpresa deste ano.

Muita há de ser feito em pouco tempo.


Nota para a temporada: 2/10