Onefootball
Onefootball

O que esperar dos times brasileiros nas oitavas da Libertadores?


Santos e Atlético-PR fazem o duelo doméstico, enquanto Grêmio, Palmeiras, Botafogo, Atlético-MG terão desafios distintos

Estão definidos os confrontos das oitavas de final e o chaveamento da Libertadores da América até a sua grande decisão. Confira abaixo uma análise completa dos desafios que as equipes brasileiras terão para avançar!

ATLÉTICO-MG VS JORGE WILSTERMAN: MIRA CERTEIRA

Clube com a melhor campanha na fase de grupos, o Atlético-MG deve ter como principal dificuldade a altitude de Cochabamba. A cidade boliviana, a 2.500 metros do nível do mar é a casa do Jorge Wilstermann, que teve a segunda pior campanha na fase de grupos da Libertadores.

E será exatamente a altitude o principal motivo de preocupação do Galo, tanto na geografia quanto nas características do rival. Afinal de contas a equipe boliviana é a segunda que mais fez gols de cabeça dentre os times classificados: 4 dentre o total de 12 gols.

E se a equipe mineira sempre promete gols – tem o segundo melhor ataque até aqui, com 17 tentos – também não pode vacilar. Apesar de ser quem menos cria chances [41] ou quem menos arremata a gol [20], o time boliviano tem uma taxa de conversão de chutes a gol incrível: o mesmo 20% de aproveitamento do Atlético-MG. O Galo é favorito, mas será o encontro das equipes que mais comemoram gols na média por arremates.

DESTAQUES INDIVIDUAIS

Fred Atletico-MG Parana CdB 31052016

Falou em gol do Atlético-MG, falou em Fred. Um dos principais atacantes em atividade no futebol brasileiro e sul-americano, o camisa 9 é o vice-artilheiro da competição [6 gols] e ao lado de Otero quem mais cria oportunidades ofensivas para a equipe [7]. O destaque defensivo, na hora de desarmar os adversários é o lateral Marcos Rocha [14].

Rudy Cardozo

Na equipe colombiana, a artilharia é timidamente dividida entre Luis Cabezas, Rudy Cardozo e Gabriel Ríos. Todos somam 2 gols cada, mas é Rudy quem mais cria oportunidades ofensivas para a equipe boliviana [9]. Na hora de defender, Cristhian Machado é o marcador incansável: é quem mais ganha divididas [37] e o segundo maior ladrão de bolas [15] atrás apenas do lateral Juan Pablo Aponte [16].

BOTAFOGO VS NACIONAL: GUERRA A CADA BOLA

Dono de uma das campanhas mais vibrantes desta Libertadores, o Botafogo terá o quinto campeão de Libertadores à sua frente no duelo das oitavas de final. O confronto contra o Nacional de Montevidéu, que dentre os classificados teve a pior campanha, promete colocar dentro de campo parte da essência do torneio continental: a garra.

Afinal de contas, são as duas equipes que mais roubam bolas [157 para o Botafogo, 97 para o Nacional]. Mas se o Glorioso quiser avançar para as quartas de final, vai precisar colocar o pé na forma. Isso porque, apesar de ser o segundo time que mais cria chances de gols dentre os que estão no mata-mata [80 oportunidades criadas], é quem tem a pior taxa de conversão em gols por tentativas. Embora seja o segundo com maior número de finalizações [40], apenas 8,93% vão na direção certa.

E se o Nacional avançou com o pior ataque [5 gols, exatamente a metade na comparação com o Glorioso], pode bater no peito para falar que tem a melhor defesa. O Decano sofreu somente três gols na fase de grupos. O duelo entre dois grandes símbolos históricos do futebol de seus respectivos países promete muita disputa e não abre espaço para margem de erros.

DESTAQUES INDIVIDUAIS

Rodrigo Pimpão Camilo Botafogo Libertadores Atlético Nacional 24 05 2017

O Botafogo conta com mais destaques individuais na parte ofensiva do jogo. Se Rodrigo Pimpão vem sendo um dos mais efetivos goleadores do torneio até aqui, com 4 gols anotados em 10 tentativas, Camilo é o grande criador de jogadas do time: de seus pés saíram 12 chances para a equipe de Jair, que tem em Bruno Silva o principal nome na fase defensiva. Nenhum outro jogador nesta edição ganhou tantas divididas [69] ou roubou tantas bolas [24].

Nathan Cardoso Hugo Silveira Nacional Montevideo Chapecoense Libertadores 27042017

Já do lado uruguaio, é bom a defesa montada por Jair Ventura não bobear com Hugo Silveira. O centroavante charrua é quem mais fez gols [2], acertou suas finalizações [5] ou criou chances [8]. Na hora de se defender, as melhores individualidades estão divididas entre o meio-campista Álvaro González e o lateral e Alfonso Espino. Ambos roubaram 13 bolas, mas Álvaro tem aproveitamento melhor [86,6% de sucesso].

PALMEIRAS VS BARCELONA: VERDÃO FAVORITO

Atual campeão brasileiro e dono do elenco mais estelar desta edição do torneio continental, o Palmeiras não terá vida fácil contra o Barcelona de Guayaquil. A equipe equatoriana mostrou, no complicado Grupo 1, que vende caro os seus resultados. Embora tenha números mais equilibrados em relação aos do Palmeiras, o Verdão larga como favorito pelo conjunto de seu elenco e valores individuais.

DESTAQUES INDIVIDUAIS

Willian Bigode Tche Tche Palmeiras Atletico Tucuman Libertadores 24052017

Barcelona Guayaquil Ecuador Campeon Torneo ecuatoriano 2016

É bom ficar de olho nas capacidades ofensivas de José Ayovi e Jonathan Álvez, que juntos fizeram 4 dos 8 gols marcados pelos equatorianos até aqui. Matías Oyola é o grande criador das jogadas ofensivas para o time [9]. O lateral Mario Pineida é o destaque defensivo nas disputas ganhas [32] e o brasileiro Gabriel Marques, que pode atuar como volante ou zagueiro, é o maior ladrão de bolas do Barcelona equatoriano [11]. No Verdão Willian Bigode vem sendo o homem-gol desta Libertadores pela equipe palestrina [4 tentos] e o criticado Alejandro Guerra quem mais cria oportunidades para os seus companheiros de time [12].

Embora seja um dos cérebros criativos da equipe, Dudu é quem mais ganha divididas [37] e ninguém no elenco recupera mais bolas do que Thiago Santos [12]. Para avançar, o Palmeiras aposta na experiência e qualidade técnica de seu elenco.

GRÊMIO VS GODOY CRUZ: TRICOLOR É SUPERIOR

O Grêmio é mais um brasileiro com números melhores do que o seu rival, o argentino Godoy Cruz. A equipe gaúcha tem um ataque melhor [15 a 10], cria mais oportunidades [66 a 52] e levou menos gols [6 a 8].

DESTAQUES INDIVIDUAIS

Luan Guilherme Gremio Bahia Brasileirao Serie A 12062017

Angel Gonzalez Robinho Godoy Cruz Atletico-MG Copa Libertadores 08032017

Na equipe argentina, o grande destaque individual na parte ofensiva é o meia Ángel González [que fez 2 gols e criou outras 9 chances, sendo que uma terminou no fundo das redes]. Na parte defensiva, o meio-campista Gastón Giménez vem demonstrando fôlego impressionante tanto nas divididas [levou a melhor 39 vezes] quanto nas roubadas de bola [14]. Mas o ataque do Grêmio vem se mostrando avassalador com Lucas Barrios e Luan, que dividem igualmente 10 gols. Na criação de chances, Luan também aparece com destaque ao lado do veterano Léo Moura [ambos criaram 10 oportunidades e deram 2 assistências].

ATLÉTICO-PR VS SANTOS: BOAS LEMBRANÇAS DO PEIXE

Com o primeiro jogo marcado para a capital paranaense e a volta para São Paulo, é o duelo mais equilibrado de todos. Afinal de contas, são equipes que se conhecem. Na atual campanha da Libertadores, o Atlético-PR tem um poderio ofensivo bem superior [14 gols a 11 e 76 chances criadas contra 38]. Entretanto, os rubro-negros são donos da pior defesa dentre os classificados [14 gols sofridos] ao passo que o Peixe tem a segunda melhor [levou 4 gols].

Kayke Santos Novorizontino Paulista 29032017

Se Lucho González e Felipe Gedoz são os destaques ofensivos do Furacão [3 gols cada], o Santos tem em Ricardo Oliveira e Vitor Bueno goleadores tão prolíficos quanto. Além, é claro de um Lucas Lima que lidera nas assistências do torneio [5 passes para gols]. E no duelo recente entre as equipes, pelo Brasileirão, quem se deu melhor foi o Peixe, com vitória por 2 a 0 fora de casa graças aos gols de Kayke.

[interaction id=”5942a63f91c674963889e460″]