Onefootball
Matheus Palmieri

Na abertura das oitavas, Atlético-MG e Santos empatam sem gols


Atlético-MG e Santos abriram as oitavas de final da Copa do Brasil, mas não inauguraram o placar dessa fase. As equipes empataram por 0 a 0 nesta quarta-feira, em pleno Independência. Nos 45 minutos iniciais, o Peixe teve maior controle da partida e criou boas chances, principalmente no fim, enquanto o Galo poderia ter saído com a vitória pelo que foi criado na etapa final.

Primeiro Tempo

Pressionado pela derrota contra o Palmeiras, o Atlético perdeu logo de cara Fábio Santos, lesionado, aos quatro minutos. O Santos aproveitou para assustar o torcedor mineiro em cabeçada de Aguilar para Victor encaixar no centro do gol. Após a primeira chance do jogo, o Galo chegou com Elias e Luan em finalizações de fora da área, mas sem direção.

As duas equipes voltaram a chegar em finalizações de longe, mas tanto Victor Ferraz quanto o Menino Maluquinho só tiraram o grito de “uh” da garganta dos torcedores. Na reta final, o Peixe chegou perto de abrir o placar duas vezes. Aos 39 minutos, Jean Mota pedalou e soltou uma bomba da esquerda para defesa de Victor. No escanteio seguinte, Gustavo Henrique desviou no primeiro pau e Derlis González só não marcou porque Guga cortou no último segundo.

Segundo Tempo

No retorno do intervalo, o Atlético-MG passou a igualar as ações ofensivas. Logo no primeiro minuto, Guga fez boa jogada pela direita, cruzou e, após o corta da zaga, Luan acertou belo chute de fora da área para Éverson encaixar. O duelo ficou travado no meio-campo, e Rodrigo Santana promoveu a entrada de Cazares. E o equatoriano quase abriu o placar em chute da entrada da área, mas o goleiro foi buscar. No escanteio seguinte, Réver se antecipou no primeiro pau, mas cabeceou na rede pelo lado de fora.

Na reta final, o lateral direito fez outra boa descida e cruzou para Elias acertar a zaga santista. No rebote, Nathan arriscou e a bola passou rente à trave de Éverson. No fim, Cazares e Réver tiveram boas oportunidades para definir para o Galo, mas a pontaria não estava em dia.