Onefootball
Luiz Signor

Excesso de empates e defesa menos vazada: o 1º turno do Corinthians


O Corinthians aposta no “fator Carille” para fazer um grande Campeonato Brasileiro. Mas se o primeiro turno foi de apenas três derrotas e poucos gols sofridos, o excesso de empates impediu o Timão de lutar, de fato, pelo título da competição até o momento – são dez pontos a menos que o Flamengo. E na hora de mostrar força, o Alvinegro não conseguiu superar seus principais rivais.

Demorou para engrenar…

FBL-LIBERTADORES-CORINTHIANS-INDEPENDIENTE-1569006811.jpg

Foto: Nelson Almeida/AFP/Getty Images

O Timão encerrou a quarta rodada com apenas cinco pontos conquistados e na 12ª colocação. O rendimento melhorou, mas a derrota para o Santos, em seu oitavo jogo na competição, fez o Alvinegro (que tinha um jogo a menos) ficar dez pontos atrás do então líder Palmeiras. Era preciso reagir.

Série sem derrotas após a Copa América

Veio a paralisação do Brasileiro para a disputa da Copa América e, no retorno da competição, o Corinthians emplacou dez jogos seguidos sem nenhuma derrota. Série invejável, mas que contou com o mesmo número de vitórias e empates: cinco, o que não ajudou o time a entrar de pressionar os primeiros colocados.

Só venceu um dos integrantes do G6

Corinthians-v-Flamengo-Brasileirao-Series-A-2019-1569006173.jpg

Foto: Miguel Schincariol/Getty Images

Entre os times que encerraram o primeiro turno do Brasileirão no G6, o Corinthians superou apenas o São Paulo, logo na sexta rodada. Além da já citada derrota para o Santos, foram empates contra Flamengo, Internacional e Palmeiras. Um desempenho melhor permitiria que o Alvinegro estivesse mais próximo do topo.

A defesa menos vazada

O time menos derrotado nas 19 primeiras rodadas foi o Palmeiras, superado duas vezes. Mas é o Timão que tem a defesa mais eficaz do torneio. Cássio, Fagner e Gil – que fez a diferença assim que voltou ao clube – & Cia. foram vazados apenas 12 vezes. O Corinthians é dono apenas do décimo ataque mais efetivo (21 gols), mas, em compensação, é o time que mais representa dificuldades aos rivais para ser vazado.

O desafio pela frente no segundo turno

O primeiro desafio será contra o Bahia, no próximo sábado (20), na Arena Corinthians, às 19h. Superar o Tricolor baiano, um dos seus algozes no Brasileirão, será fundamental para amenizar o momento ruim. Após empatar com o Ceará e ser derrotado pelo Fluminense em jogos do torneio nacional, o Timão foi superado, diante do seu torcedor, pelo Independiente del Valle, na partida de ida da semifinal da Copa Sul-Americana. O sinal de alerta está ligado.

Uma das missões de Carille é deixar o time mais eficaz ofensivamente. Em 54 jogos já disputados na temporada, o Timão só marcou mais de três vezes em três jogos. Achar a melhor formação no ataque tem sido um dos problemas para o treinador.


Foto: Foto: Alexandre Schneider/Getty Images