Onefootball
Marcos Monteiro

Everton reforça foco na Copa América, mas fala em tom de despedida


Após o empate contra o Paraguai e consecutiva classificação nos pênaltis, Everton falou em tom de despedida da Arena do Grêmio. Apesar de reforçar o foco na Seleção Brasileira, o atacante deixou o futuro em aberto.

Em entrevista depois do jogo, Cebolinha disse que pediu que seus assessores não repassem possíveis propostas durante a disputa da copa. Ao mesmo tempo adiantou ser grato por tudo o que já viveu no Grêmio.

“Se for ou não [a despedida], sempre procurei honrar a camisa do Grêmio. Tenho uma gratidão a esse clube. Mais feliz porque pude retribuir tudo o que apostaram em mim. Ainda vamos decidir as coisas. Falei para pessoas ligadas a mim que se chegasse alguma proposta aqui na Copa América, que me deixassem tranquilo para manter o foco aqui”, revelou.

Brazil-Press-Conference-Training-Session-Copa-America-Brazil-2019-1561729270.jpg

Mesmo blindado, Everton reconheceu os rumores sobre uma possível transferência. Antes da Copa América, o Manchester City informou aos representantes do jogador que estaria disposto a desembolsar 30 milhões de euros (R$ 131,1 milhões) para assegurar sua contratação.

O Grêmio, por outro lado, admite abrir negociações a partir dos 40 milhões de euros (R$ 174,8 milhões).

De acordo com o GloboEsporte.com, Manchester United, Borussia Dortmund, Milan e Bayern de Munique mantêm o atacante no radar.