Onefootball
Luiz Signor

No jogo 1000 de CR7, Dybala salva, Juve vence o Milan e volta à ponta


A atuação não era das melhores e Cristiano Ronaldo, em seu jogo de número 1000 na carreira, não brilhou. Mas a Juventus contou com Dybala, que substituiu CR7 no segundo tempo, para fazer 1 x 0 e vencer o Milan neste domingo (10), recuperando a liderança do Italiano.

Com a vitória no Allianz Stadium, a Juve foi aos 32 pontos, superando a Inter, que, com 31, caiu para o segundo lugar. O Rubro-Negro segue com 13 e apenas na 14ª colocação.

A 13ª rodada começará apenas no próximo dia 23, quando a Juve visitará a Atalanta. No mesmo dia, o Milan receberá o Napoli.

⏲ Primeiro tempo

A Juve levou perigo pela primeira vez, quando CR7 fez a jogada e Donnarumma espalmou após a conclusão de Higuaín.

O Milan não se intimidava e tratou de responder. Piatek não foi bem de cabeça, mas Paquetá fez Szczesny se esticar todo.

Cristiano Ronaldo tentava, mas faltava espaço ou inspiração, o que facilitava a vida do goleiro milanista. E a Juve viu um rival arriscar mais, dando trabalho.

O Rossonero pecou na hora de concluir, como Piatek, que teve outra chance aos 45.

Juventus-v-AC-Milan-Serie-A-1573421567.jpgFoto: Tullio M. Puglia/Getty Images

⏲ Segundo tempo

Sem brilhar, Ronaldo foi substituído logo aos nove minutos por Dybala e nem ficou no banco, indo direto para o vestiário. A Juve de Matuidi era melhor, mas o Milan sempre respondia.

A Juve conseguiu ter mais posse de bola e envolver o Milan com o passar do tempo. E coube a Dybala fazer a diferença.

Pouco depois de Szczesny evitar o gol milanista, ele aproveitou o bom ataque, deixou Romagnoli para trás e marcou um belo gol, aos 31.

O Milan não desistia. Calhanoglu chamava a responsabilidade. Mas o meia turco não conseguiu passar por Szczesny, muito bem no jogo, novamente aos 38. Vitória sem brilho esperado, mas que devolveu a Juve à ponta.


Foto destaque: Marco Bertorello/AFP via Getty Images