Onefootball
Matheus Palmieri

Diego cortado, TS3 titular e retorno de Coutinho: o dia de treinos da Seleção


Terça é marcada por mudanças no time titular na comparação com a equipe que enfrentou a Colômbia na última rodada. Casemiro será o capitão contra a Bolívia

No primeiro dia com todos os jogadores à disposição, a seleção brasileira fez mais um treino nesta terça-feira (03) de olho na Bolívia, adversário da próxima quinta (05) às 17h (horário de Brasília). O dia de trabalho foi recheado de surpresas e definições para os comandados do técnico Tite. Houve um corte, retorno de um velho conhecido aos titulares e um novo capitão.

Um dos últimos a chegar – em função de ter jogado pelo Brasileiro na última segunda -, o meia Diego, do Flamengo, não ficou muito tempo na Granja Comary. Ele sentiu um desconforto na coxa direita logo após a derrota para a Ponte Preta por 1 a 0, mas só foi examinado pelo médico da Seleção. Foi constatada, então, uma lesão no local, e o camisa 35 do rubro-negro carioca foi cortado. Como Tite chamou 24 jogadores inicialmente, nenhum outro atleta será convocado para o lugar do armador.

Durante os 25 minutos em que o treino foi aberto à imprensa, o comandante do Brasil deu indícios que virão mudanças entre os 11 que vão começar a partida. Marquinhos, titular absoluto na Era Tite, deu lugar a Thiago Silva, seu companheiro de Paris Saint-Germain. Além disso, Alex Sandro será o dono da lateral-esquerda, com as lesões de Marcelo e Filipe Luis, enquanto Jorge será o reserva.

Depois da novela envolvendo o Barcelona, Philippe Coutinho voltará a começar as partidas vestindo a amarelinha. Além disso, Roberto Firmino e Fernandinho voltam para o banco em relação ao empate com a Colômbia na última rodada, enquanto Gabriel Jesus e Casemiro treinaram entre os titulares. O volante, inclusive, será o capitão contra os bolivianos. A provável escalação da seleção tem Alisson, Daniel Alves, Thiago Silva, Miranda e Alex Sandro; Casemiro (c); Paulinho, Renato Augusto, Philippe Coutinho e Neymar; Gabriel Jesus.

Com 37 pontos, o Brasil é o líder isolado e já campeão das Eliminatórias da América do Sul. A equipe de Tite ainda busca bater o recorde de maior números de pontos na competição, que pertencem à Argentina de 2002. A Seleção encara a Bolívia em La Paz nesta quinta (05) às 17h (horário de Brasília), e depois recebe o Chile no Allianz Parque na outra terça (10) às 20h30 (horário de Brasília).