Onefootball
Marcos Monteiro

Confira quem não pode mais mudar de time na Série A


Um jogador pode trocar de time no Brasileirão desde que não tenha disputado mais de seis jogos pelo seu time de origem. Isso é o que diz a regra.

Ou seja, dificilmente um clube irá contratar algum atleta que já tenha entrado em campo pelo menos sete vezes. Caso isso aconteça, o jogador pode participar de outros campeonatos, mas fica proibido de disputar partidas do Brasileirão.

Com base em levantamento realizado pelo UOL Esporte, confira quais jogadores do seu clube não podem mais jogar na Série A por outra equipe:

Athletico-PR

  • Nove jogos: Marcelo Cirino;
  • Oito jogos: Santos, Wellington e Léo Pereira;
  • Sete jogos: Nikão, Bruno Guimarães, Márcio Azevedo e Rony.

Atlético-MG

  • Nove jogos: Victor e Chará;
  • Oito jogos: Igor Rabello, Fábio Santos, Luan, Elias, Ricardo Oliveira e Geuvânio;
  • Sete jogos: Réver.

Avaí

  • Nove jogos: Vladimir, Pedro Castro e João Paulo;
  • Oito jogos: Betão e Getúlio;
  • Sete jogos: Daniel Amorim.

Bahia

  • Nove jogos: Ramires e Lucas Fonseca;
  • Oito jogos: Artur, Douglas Friedrich, Ernando, Elton, Fernandão, Gregore e Nino Paraíba;
  • Sete jogos: Arthur Caíke, Douglas, Moisés e Rogério.

Botafogo

  • Nove jogos: Cícero e Gabriel;
  • Oito jogos: Joel Carli, João Paulo, Erik e Diego Souza;
  • Sete jogos: Gatito, Luiz Fernando, Rodrigo Pimpão, Alex Santana e Fernando Costanza.

Ceará

  • Nove jogos: Diogo Silva, Fabinho, Fernando Sobral, Luiz Otávio e Samuel Xavier;
  • Oito jogos: Bergson, Leandro Carvalho e Ricardinho.

Chapecoense

  • Nove jogos: Everaldo, Gum, Márcio Araújo e Tiepo;
  • Oito jogos: Bruno Pacheco;
  • Sete jogos: Douglas e Campanharo.

Corinthians

  • Oito jogos: Ralf;
  • Sete jogos: Ramiro, Clayson e Vagner Love.

Cruzeiro

  • Nove jogos: Dedé;
  • Oito jogos: Fábio, Thiago Neves, Lucas Romero e Léo;
  • Sete jogos: Fred, Henrique, Pedro Rocha, Robinho e David.

CSA

  • Nove jogos: Didira, Gerson e Jordi;
  • Oito jogos: Apodi, Cassiano e Luciano Castán;
  • Sete jogos: Carlinhos e Naldo.

Flamengo

  • Oito jogos: Éverton Ribeiro e Bruno Henrique;
  • Sete jogos: Rodrigo Caio, Willian Arão, Gabriel e Diego.

Fluminense

  • Nove jogos: Caio Henrique;
  • Oito jogos: Nino e Allan;
  • Sete jogos: Matheus Ferraz, Daniel e Yony González

Fortaleza

  • Nove jogos: Juan Quintero;
  • Oito jogos: Carlinhos, Felipe Alves, Gabriel Dias e Marcinho;
  • Sete jogos: Juninho, Osvaldo e Romarinho.

Goiás

  • Oito jogos: Geovane, Jefferson, Kayke, Leandro Barcía, Michael, Tadeu e Yago;
  • Sete jogos: Daniel Guedes, David Duarte e Giovanni Augusto.

Grêmio

  • Nove jogos: Felipe Vizeu e André;
  • Oito jogos: Paulo Victor e Léo Gomes;
  • Sete jogos: Michel, Thaciano e Geromel.

Internacional

  • Nove jogos: Marcelo Lomba;
  • Oito jogos: Edenílson, Nonato, Nico López, Rodrigo Lindoso e Victor Cuesta;
  • Sete jogos: Zeca e Sarrafiore.

Palmeiras

  • Nove jogos: Deyverson;
  • Oito jogos: Weverton, Marcos Rocha, Diogo Barbosa, Bruno Henrique, Moisés, Zé Rafael e Dudu;
  • Sete jogos: Felipe Melo.

Santos

  • Nove jogos: Victor Ferraz;
  • Oito jogos: Jean Mota, Diego Pituca, Carlos Sánchez, Soteldo, Sasha e Lucas Veríssimo;
  • Sete jogos: Jorge, Gustavo Henrique e Felipe Aguilar.

São Paulo

  • Nove jogos: Tiago Volpi, Bruno Alves, Reinaldo e Hudson;
  • Oito jogos: Hernanes, Tchê Tchê, Toró e Pato.

Vasco

  • Nove jogos: Yago Pikachu e Ricardo Graça;
  • Oito jogos: Lucas Mineiro, Marrony e Rossi;
  • Sete jogos: Danilo Barcelos e Andrey.