Onefootball
André Gonçalves

Carlos Vieira desiste da candidatura à presidência Sporting


Carlos Vieira anunciou a desistência através de um comunicado.

Carlos Vieira não vai formalizar a sua candidatura junto de Jaime Marta Soares devido ao facto de estar suspenso. A lista liderada por Carlos Vieira fez um comunicado nesta quarta-feira, confirmando esta decisão em virtude de uma “deliberação injustificada, injusta e inapropriada da nomeada e não eleita Comissão de Fiscalização”.

Carlos Vieira afirma ainda que não “irá candidatar ninguém em nome da sua lista”.

Comunicado da lista Sporting Primeiro:

“A Candidatura Sporting Primeiro, encabeçada por Carlos Vieira, vem agradecer o apoio massivo e entusiástico manifestado pelos Sportinguistas ao longo dos últimos tempos das mais diversas formas. Este permitiu, entre outros aspectos, ultrapassar largamente os votos estatutariamente exigidos para formalizar a candidatura e para perceber que se tratava de um projecto vencedor.

Face à deliberação injustificada, injusta e inapropriada da nomeada e não eleita Comissão de Fiscalização do Sporting Clube de Portugal que como afirmámos no nosso comunicado de 3 de Agosto último, «parece que houve o intuito de impedir que Sócios que muito deram ao Clube pudessem cumprir o seu direito legítimo de associados e de se candidatarem ao próximo acto eleitoral de 8 de Setembro», não iremos formalizar a nossa candidatura, nem canditaremos ninguém em nosso nome.

Apesar da firme convicção de que temos a razão do nosso lado e que será feita justiça, consideramos não estarem neste momento reunidas as condições necessárias para formalizarmos a nossa candidatura. Continuaremos a lutar pelos nossos direitos e contra a suspensão imposta bem como de outros eventuais processos que venham a ocorrer.

Connosco o Sporting Primeiro, pelo que desejamos que o próximo acto eleitoral decorra com elevação e se discutam os projectos e as equipas que melhor podem servir os interesses do Sporting Clube de Portugal que consideramos que seriam os nossos mas por impossibilidade pelos motivos de todos conhecidos, não o poderá ser.

Continuaremos activos e vigilantes quanto à defesa dos interesses do Sporting Clube de Portugal pelo que não deixaremos de nos pronunciar nos locais e no tempo que considerarmos oportunos.

Sporting Primeiro em todas as modalidades e competições pelo que desejamos a todos os que servem e lutam pelo Sporting Clube de Portugal os maiores sucessos desportivos para a época desportiva 2018/19.”