Onefootball
Robert Born

Arrascaeta: preterido apenas por Abel, amado por toda a nação


Arrascaeta foi a contratação mais cara da história do futebol brasileiro. Ídolo no Cruzeiro, saiu com cara de poucos amigos e o início no Flamengo não foi fácil. Mas Abel Braga caiu, Arrascaeta se levantou, e os flamenguistas só têm a agradecer o investimento de R$ 63,7 milhões para levar o uruguaio de Minas Gerais para o Rio de Janeiro.

Com 25 anos, o uruguaio chegou com promessa de visão de jogo, passes precisos e chutes potentes. Mas no meio do caminho havia um Abel Braga, que era visto como a solução para o Flamengo deixar de ficar só no cheirinho de títulos. Não deu muito certo.

Abel Braga tinha poder total da equipe e escolheu deixar a maior contratação brasileira no banco em inúmeras partidas. Sob comando de Abel, o uruguaio atuou em apenas três rodadas como titular, e sempre era substituído por volta dos 36 minutos do segundo tempo.

Em cinco meses o técnico passou a ser contestado, a paciência diminuiu, a Libertadores ficou mais longe e Abel, enfim, caiu. Quieto e sempre esperando sua vez, Arrascaeta estava nos bastidores trabalhando para voltar com tudo. E o fez.

No primeiro jogo no Maracanã, com JJ no controle e Arrascaeta de titular, o uruguaio fez três gols e duas assistências na goleada por 6 x 1 em cima do Goiás.

Na coletiva de imprensa, Jorge Jesus disse que Arrascaeta foi o jogador que mais o surpreendeu desde que chegou no Rio de Janeiro. “Um jogador que pensa à frente”, afirmou o português.

De lá pra cá, Arrascaeta fez 12 gols e 12 assistências, transformando-se no jogador do Brasileirão que precisa de menos minutos para participar diretamente de um gol, segundo dados do Footstats.

Pode comemorar nação rubro-negra. Arrascaeta tem contrato até dezembro de 2023. Quantas alegrias ele deve proporcionar até 2023 se em um ano já rendeu dois títulos incríveis?


Foto: Buda Mendes/Getty Images