Onefootball
Alexandre Fernandes

🐰 Especial Páscoa: conheça os jogadores vegetarianos pelo mundo


Reza a tradição cristã que a Sexta-Feira Santa deve ser um dia em que não se deve comer carne, pois representa o “corpo de Jesus Cristo”. Mas tem alguns jogadores de futebol que levam isso para os outros 364 dias do ano.

E se engana que ser vegetariano pode deixar os atletas mais fracos ou com alguma deficiência proteica. Pelo menos, a falta de carne no menu não alterou em nada a forma física e técnica de Lionel Messi.

FC-Barcelona-v-Manchester-United-UEFA-Champions-League-Quarter-Final-Second-Leg-1555716068.jpg

Sergio Aguero

Outro argentino, o atacante do Manchester City adotou o vegetarianismo em 2015. Além disso, Aguero também não come massas e cortou o açúcar do seu cardápio.

Tottenham-Hotspur-and-Manchester-City-UEFA-Champions-League-Quarter-Final-First-Leg-1555716197.jpg

Sebastian Pérez

Ex-Boca Juniors, o volante da Seleção da Colômbia defende atualmente o Barcelona de Guayaquil. Desde 2017 como vegano, Pérez adotou o novo estilo de vida após uma lesão no joelho e garante que sua performance em campo melhor exponencialmente.

FBL-COPAM2016-COL-PRESSER-1555716362.jpg

Jermain Defoe

Há muito tempo, o atacante inglês adotou o vegetarianismo na sua alimentação. Defoe, inclusive, disputou as Copas da África do Sul e do Brasil já como um dos poucos veganos nos Mundiais.

Hibernian-v-Rangers-Scottish-Ladbrokes-Premiership-1555716578.jpg

E os atletas vegetarianos não se resumem apenas ao mundo do futebol. Outros esportistas famosos também não fazem questão nenhuma de ter aquele bife mal passado no prato, tais como Venus e Serena Williams (tênis), Carl Lewis (atletismo), Mike Tyson (boxe) e Nate Díaz (MMA).